30 de julho de 2014

O charme de ser antigo

A cada temporada, o jeans autêntico vem ganhando cada vez mais espaço no mercado. Em geral, o que se destaca é a qualidade do tecido e as variações de lavagem que remetem a um aspecto super vintage, dando uma cara original, autêntica à peça, remetendo ao denim verdadeiro, do final do século XIX.

Já falei sobre esta tendência em alguns posts aqui no blog mas o que me chamou a atenção e me fez escolher este tema para o post é o crescimento de lojas focadas não só nas características de lavagem e aspecto do jeans original mas também no espírito vintage, dando toda uma roupagem antiga às peças e às lojas.

Dois exemplos de grande sucesso são a R.R.L (Double RL - Ralph Lauren) e a Made & Crafted da Levi's. Ambas são lojas especializadas de marcas gigantes do mercado de moda mas com um toque especial de branding e produto que tem tudo a ver com o espírito das marcas principais.

A R.R.L me surpreendeu desde a primeira vez que a conheci, ano passado em NY. Toda a coleção e a ambientação da loja inteira remete à época dos cowboys e mineradores, os primeiros "consumidores" do produto. Olha a campanha deles que incrível:





Já dá para ver que as roupas têm mesmo um visual super vintage e antigo. O corte, a lavagem, as cores, tudo faz com que as roupas pareçam um figurino de filme. Super demais! À primeira vista, achei um movimento ousado da Ralph Lauren, afinal, o mercado de pessoas interessadas em comprar peças com estas modelagens e lavagens tão retrô deve ser pequeno.. mas como a marca existe desde 1993 e todas as vezes que a visitei tinham diversos consumidores provando e comprando por lá, acredito que esteja indo bem. Semana passada estive em NY e visitei novamente a loja. Continua cheia. E é mesmo linda e especial, veja:




Tem todo um clima antigo que parece que voltamos no tempo. Os vendedores super estilosos e informados explicam aos consumidores o conceito da marca e o trabalho investido em todas as peças vendidas na loja. Fazem isto para justificar o preço mega premium das peças, onde uma calça da RRL é vendida por mais de mais de 300 dólares.Veja alguns modelos e preços vendidos no site :




Fiquei apaixonado pelos produtos mas, infelizmente, não dá para comprar.. Olha que jaqueta incrível a de 1.600 dólares. E a calça vermelha de 340, então?! Demais! 

Além dos vendedores explicarem todo o investimento na qualidade, achei bem legal que a própria marca explica todo o conceito de qualidade que eles aplicam nos produtos: a costura especial, o cuidado na lavagem, feita à mão para replicar com exatidão a passagem do tempo e muito mais:






A R.R.L tem 6 lojas nos EUA, 1 na Inglaterra e 1 no Japão. Mas os seus produtos também podem ser encontrados em lojas de departamento como a Macy's,

Já a Made & Crafted da Levi's tem um conceito mais comercial, mesmo tendo somente produtos inspirados no final do século XIX. Todas as peças têm um cuidado especial para terem esta cara bem antiga, mega retrô. Para isto, investem no tecido, modelagem e lavagens certos, cuidadosamente estudados. Olha que incrível algumas imagens do site deles:





Os produtos têm um preço premium, mas não tanto como a R.R.L. As calças saem por volta de 180 dólares mas podem ser vendidas por preços muito menores que isto, caso cheguem às promoções da Levi's. O que não acontece na R.R.L que não abaixa tanto os preços assim nas promoções, o que significa que se você quiser uma peça R.R.L vai ter que investir. Uma peninha.. mas acho que está certo e faz parte da estratégia de Branding deles. 

Já a Made & Crafted opta por desovar os estoques e faz promoções bem boas. O que é ótimo para os consumidores. Até eu aproveitei (afinal, não compro tanto assim...rsrs.. sqn). Comprei um macacão lindo deles que baixou de R$ 980 para R$ 207 na loja da Oscar Freire. Olha que lindo:



Super estiloso, né?! Agora tenho que pensar em como usar isto no meu dia a dia.

A Made & Crafted tem lojas espalhadas em todo o mundo pois faz parte das lojas da Levi's. Aqui no Brasil, ela tem um andar exclusivo na loja da Oscar Freire. Denim lovers: confiram! vale muito a pena..

Um ponto que as duas marcas têm em comum é o orgulho de ser americano. Assim, todas as calças são produzidas nos EUA e mostram isto claramente nas peças. É que eles têm com o jeans um orgulho parecido com o que os brasileiros têm com o futebol. Algo bem emocional mesmo. Mas, pelo menos, não é um orgulho cego. Por conta da qualidade, ambas as marcas também deixam claro que suas peças são feitas com jeans japoneses de alta qualidade. Aficcionados pelo tecido, os japoneses desenvolveram técnicas artesanais de fabricar o tecido e investem continuamente no processo artesanal de construção, focando sempre em qualidade. 

Por usar estes tecidos, todas as peças deles têm o jeans Selvedge. Para quem não conhece, é um super charme que se dá à calça. Segue uma explicação rápida, com imagens que encontrei na internet: os denims mais antigos eram tecidos artesanalmente em maquinários com praticamente metade da largura dos teares modernos. Assim, uma tecelagem que investe em teares artesanais deste tipo, produzem tecidos com metade da largura encontrada no mercado, o que demonstra que o foco principal destes produtos é na qualidade e não no custo.  



A foto abaixo mostra como uma calça pode ser cortada na largura de um tecido selvedge. Veja que as duas extremidades do tecido serão costuradas por fora para fechar a calça.


O resultado pode se ver por dentro da calça, onde as duas extremidades do tecido se encontram e dão este charme todo especial à barra da calça que, quando virada, apresenta estas costurinhas vermelhas mega fofas (a cor pode mudar, mas o mais comum é ser vermelho mesmo):





Quando o mesmo efeito é feito com um tecido não selvedge, as laterais são costuradas para evitar as farpinhas do tecido cortado, e ficam com uma cara mais ou menos assim:



Eu particularmente acho um charme o selvedge denim e, como adoro dobrar a barra das minhas calças, sempre fico mais tendencioso a comprar a calça se ela tem este aspecto do selvedge. E, pelo sucesso da R.R.L e Made & Crafted, parece que muitos outros consumidores também aderem a este apelo. Legal, né?!