2 de julho de 2012

Tommy Nutter, uma lenda na moda britânica e mundial

Devo confessar: quando fui à exposição de Tommy Nutter no museu de Moda e Têxtil de Londres não tinha a menor ideia de quem ele era. Mas fiquei impressionado com a qualidade do trabalho apresentado na exposição e pesquisei mais sobre ele.



Tá certo que demorou um pouco para eu colocar aqui no blog (tipo quase um ano..rs) mas coloquei. Durante a exposição tirei várias fotos das peças que ele criou durante sua impressionante carreira.



Pesquisando sobre Nutter na internet, descobri que o que já tinha percebido pela exposição era verdade: ele foi uma pessoa que revolucionou o mundo da alfaiataria masculina. Trabalhando no número 35 da rua mais tradicional de Alfaiataria em Londres, a Saville Row, Tommy apresentou um design inovador em cortes convencionais, mostrando ao mercado e ao mundo que é sim possível inovar no mundo da moda masculina. 



Ternos com modelagens inusitadas, cores que refletem o espírito jovem da época em que foram elaborados, pequenos detalhes que fazem toda a diferença. Tudo está presente no trabalho de Tommy que teve como reconhecimento ter vestido nomes da moda como Mick Jagger no auge de sua carreira (Tommy fez, inclusive, o vestido de casamento de Bianca Jagger), Elton John e os Beatles. O ponto mais alta de sua carreira (segundo ele mesmo) foi ter vestido 3 dos 4 integrantes do Beatles na capa do lendário álbum Abbey Road. O único que não estava com o modelito assinado por Tommy Nutter foi George Harrison que preferiu usar jeans:


Um dos últimos sucessos de sua carreira foi o figurino do Coringa interpretado por Jack Nicholson no Batman de 1989. O lado irreverente da personagem casou perfeitamente com o lúdico e imaginativo trabalho do estilista, como demonstra a foto abaixo:


A exposição no museu de Moda e Têxtil de Londres foi muito bem pensada e uma delícia de ser visitada. Lá tirei uma série de fotos e escolhi algumas para este post (as 3 que estão no começo da matéria e as diversas no fim). Fiquei muito feliz pela oportunidade de conhecer o trabalho de um estilista que, com certeza, influenciou e influenciará diversos criadores da moda masculina. O vídeo abaixo apresenta a abertura da exposição:



Ele, infelizmente, morreu em 1992 mas o seu principal parceiro de negócio Edward Sexton continua vivo e na ativa. Encontrei um vídeo dele ensinando como fazer um nó de gravata, olha que fofo:


Vale a pena conhecer o trabalho de Tommy e reconhecer a sua importância pela originalidade e coragem de inovar num mercado tão marcado pelo convencional e tradicional.

Aqui estão as diversas fotos que tirei durante a exposição. Espero que gostem!



















4 comentários:

  1. wow pow :: fabio sandes voltou ao blog e recomendo post sobre o Tommy Nutter :: um enfant terrible na Saville Row dos 70 s, bem careta :: acredito que tal exposicao faça para de um movimento de reposicionamento de lOndres no mapa da moda masculina, dispitando com a Pitti Immagine em Florença, o status de polo lancador de novidades :: congrats fabio !! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lula ! Obrigado pela atenção e pelo carinho! Bj

      Excluir
  2. O corte parece ser impecável. Lindíssimo. Gostei muito do look em preto e branco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliano, o corte realmente era impecável. Na exposição era possível tocar nas peças e ver os detalhes. Uma alfaiataria de altíssima qualidade.

      Excluir