10 de abril de 2012

Press Release? That´s so yesterday!!! Será?


Desde que a internet começou a se popularizar, os blogs têm sido o principal meio de comunicação dos consumidores com o resto do mundo. Pelos blogs, eles passaram a ter uma voz que foi amplificada com o crescimento expressivo das redes sociais nos últimos anos.

Nada disto é novidade. O que percebemos, contudo, é que não apenas as pessoas ganharam independência para expressar suas opiniões mas também as empresas passaram a usar este veículo como forma de interagir com todos os seus stakeholders. (para quem não está familiarizado com este termo - que, na verdade, nem é tão famoso assim, é só usado no mundo da Administração - stakeholders são todos os públicos que possuem algum interesse nas ações da empresa. Em geral, é formado pelos consumidores, acionistas, fornecedores, imprensa especializada e, de uma forma mais ampla, a sociedade. Mas esta última depende muito do tamanho da empresa).

Nos últimos anos, empresas de todos os portes têm investido na criação de seus próprios blogs e passaram a substituir os antigos releases para a imprensa para posts oficiais nos blogs. Isto faz com que o release de imprensa tenda a ser algo obsoleto, um instrumento que, ao que tudo indica, vai ficar no passado.

O maior exemplo disto é o Google que tem um blog super legal onde publica todas as suas novidades para o mercado. E ele também tem a versão feita pela filial brasileira. Lá eles colocam posts e vídeos sobre os seus novos produtos, como o exemplo abaixo. Ah, basta clicar nas palavras em azul para acessar os blogs, ok?!


Outras grandes empresas têm investido nisto como a Natura, a Fiat (que tem feito blogs por produtos, como o Linea) e C&A. Há empresas ainda mais moderninhas e que já nem usam mais os blogs para comunicar. Partem direto para as redes sociais. Recentemente, Mark Zuckerberg, dono do Facebook, anunciou ao mercado pela sua página pessoal no Facebook a compra do Instagram. Rapidamente a notícia foi espalhada na mídia.

Página pessoal de Mark Zuckerberg anunciando a compra do Instagram

Mas este novo cenário já está em prática? É o que deve acontecer no Brasil? Tudo indica que não. Pelo menos, não por enquanto. Perceber isto é simples: basta fazer uma busca pela internet, buscando blogs de empresas e percebemos que a maior parte das empresas ainda investe no release como principal forma de comunicar suas novidades ao mercado. É a forma mais tradicional e segura de se comunicar. E de garantir à imprensa um certo tipo de exclusividade e poder em relação à notícia.










Nenhum comentário:

Postar um comentário